0800 777 2050
(34)99895-5192
(34)99982-0644
(34)99870-0701
(34)99214-8470
(34)99870-1035(EMERGÊNCIA)
Ok
Notícias

Quer ganhar 1 curso de teologia grátis?
Então me chame no Whatsapp

Católicos ajudaram a democratizar país

O contributo dos católicos para a democracia no Benim, país que o Papa visita a partir de sexta-feira, deu origem à obra ‘Católicos de África’, de Susanna Cannelli, apresentada esta terça-feira no Vaticano.

O livro destaca o papel da Conferência Episcopal, em 1990, durante os dias que ditaram o fim da ditadura marxista e a passagem para um regime democrático, sem derramamento de sangue.

Cannelli, responsável da comunidade católica de Santo Egídio para as relações com os países da África ocidental francófona, fala num “contributo fundamental” da Igreja, liderada então pelo arcebispo Isidore de Souza (1934-1999), nesta transição.

A mudança de regime no Benim serve, segundo o historiador Agostino Giovagnoli, como “modelo” para outras transições democráticas no continente africano.

Na conferência marcou presença o secretário do Conselho Pontifício da Cultura, D. Barthélemy Adoukonou, natural do Benim, para quem “é preciso reconhecer que são os católicos, na diversidade dos seus movimentos e associações, quem contribuiu para assegurar uma presença da Igreja tão eficaz e credível”.

Antiga colónia francesa, o país alcançou a independência em agosto de 1960, com o nome de República de Daomé.

Em 1975 o país adotou o atual nome de Benim, tendo como capital constitucional Porto Novo, embora Cotonou seja a sede do Governo e a maior cidade do país.

Nicéphore Soglo, chefe do governo de transição formado em 1990, foi eleito presidente em 1991.

D.

Está gostando desse conteúdo?

Cadastre seu email no campo abaixo para ser o primeiro a receber novas atualizações do site.

Fique atualizado! Cadastre para receber livros, CDs e revistas promocionais.

Barthélemy Adoukonou afirma que “o compromisso social da Igreja permitiu o compromisso político”, permitindo que o Benim conseguisse “articular um discurso de identidade pessoal e de independência”.

O país da África ocidental, considerado o berço do vudu, religião tradicional, conta com uma comunidade de 2,98 milhões de católicos, representando 34% de uma população de quase 9 milhões de pessoas.

A viagem do Papa assinala o 150.º aniversário da evangelização do Benim e o 40.º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre o país e a Santa Sé.

Trata-se da segunda visita de Bento XVI a África, após a viagem aos Camarões e Angola (2009), na qual vai ser publicada a exortação apostólica que encerra o segundo sínodo de bispos africanos, realizado há dois anos, no Vaticano.

O Papa vai ainda homenagear o cardeal Bernardin Gantin, falecido a 13 de maio de 2008, prefeito da Congregação para os Bispos na mesma época que o então cardeal Joseph Ratzinger era prefeito da Congregação para Doutrina da fé.

O seu túmulo está localizado em Ouidah, a 40 km de Cotonou, uma cidade costeira que acolheu os primeiros missionários católicos.

No século XVII, os portugueses estabeleceram entrepostos no litoral, conhecido então como “Costa dos Escravos”.

A Igreja Católica no Benim tem 10 dioceses, 338 paróquias e 801 centros pastorais, aos quais se dedicam 11 bispos, 811 sacerdotes, 1386 religiosos e religiosas, 30 membros leigos de institutos seculares e 11 251 catequistas.

Na véspera da chegada do Papa, as ruas de Cotonou já mostram as bandeiras do Benim e do Vaticano.

"É um evento que nos supera, para ser sincero, mas estamos felizes", admitiu à AFP o padre André Quenum, membro do comité organizador, o qual espera a chegada de muitos fiéis de outros países africanos.

Fonte: http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?tpl=&id=88240


Qual sua opinião sobre esta noticia?
Deixe seu Comentário abaixo:
(*)Campos obrigatórios, e-mail e telefone não serão publicados)
Notícias de Líderes
Pastor Elson de Assis
Pastor Julio Ribeiro
Missionário RR Soares
Pastor Geziel Gomes
Pastor Oseias Gomes
Pastor Reuel Pereira Feitosa
Pastor Reuel Bernardino
Pastor Yossef Akiva
Pastor Gilmar Santos
Missionário David Miranda
Pastor Cesino Bernardino
Pastor Adeildo Costa
Pastor Carvalho Junior
Apóstolo César Augusto
Bispo Rodovalho
Pastor Claudio Duarte
Bispa Lucia Rodovalho
Pastor Samuel Mariano
Pastor Benny Hinn
Pastor Samuel Ferreira
Pastor Aluizio Silva
Bispa Ingrid Duque
Pastor Hidekazu Takayama
Pastor José Wellington Bezerra da Costa
Bispa Sonia Hernandes
Pastor Abílio Santana
Pastor Samuel Camara
Pastor Marco Feliciano
Apóstolo Estevam Hernandes
Pastor Adão Santos
Pastor Jorge Linhares
Pastor Gilvan Rodrigues
Bispa Cléo Ribeiro Rossafa
Pastor Silas Malafaia
Pastor Paulo Marcelo
Pastora Bianca Toledo
Pastor Billy Graham
Pastor Josué Gonçalves
Pastora Joyce Meyer
Pastora Sarah Sheeva
Apóstolo Valdemiro Santiago
Pastor Márcio Valadão
Apóstolo Renê Terra Nova
Pastora Helena Tannure
Apóstolo Agenor Duque
Pastor Lucinho

O Seminário Gospel oferece cursos livres de confissão religiosa cristã que são totalmente à distância, você estuda em casa, são livres de heresias e doutrinas antibiblicas, sem vinculo com o MEC, são monitorados por Igrejas, Pastores e Teólogos de Grandes Ministérios totalmente baseado na Santa Palavra de Deus, ao final você recebe DOCUMENTAÇÃO INTERNACIONAL valida no âmbito religioso.

Notícias de Cantores
Cantora Rose Nascimento
Cantora Ana Paula Valadão
Cantor Davi Sacer
Cantora Karen Martins
Cantor Marquinhos Gomes
Cantora Andrea Fontes
Cantora Bruna Karla
Cantor Fernandinho
Ministério Renascer Praise
Cantora Ludmila Ferber
Cantora Shirley Carvalhaes
Cantora Cristina Mel
Ministério Diante do Trono
Cantor Irmão Lázaro
Voz da Verdade
Cantora Nivea Soares
Cantora Lauriete
Cantora Lea Mendonça
Cantora Cassiane
Cantor André Valadão
Cantora Fernanda Brum
Cantora Elaine de Jesus
Banda Oficina G3
Cantora Eyshila
Cantor Kleber Lucas
Cantora Mara Lima
Cantor Mattos Nascimento
Cantor Regis Danese
Cantora Alda Célia
Cantora Damares
Cantora Aline Barros