0800 777 2050
(34)99895-5192
(34)99982-0644
(34)99870-0701
(34)99214-8470
(34)99870-1035(EMERGÊNCIA)
Ok
Notícias

Quer ganhar 1 curso de teologia grátis?
Então me chame no Whatsapp

Especialistas estudam efeitos da espiritualidade à saúde do brasileiro

Especialistas estudam efeitos da espiritualidade à saúde do brasileiro

As evidências científicas de que pessoas religiosas e espiritualizadas controlam sua pressão arterial, têm menores riscos cardíacos que levam a infartos e derrames e têm melhor qualidade de vida são abundantes.

Fato que não chega a ser raro na rotina médica de cardiologistas é se deparar com pacientes que apresentam melhora no seu quadro clínico após promessas, orações e pedidos ao santo de sua devoção para que os ajudem na sua cura.

Na prática, não há respostas científicas para isso. Mas muitos profissionais já começam a se interessar pelo assunto, não só no Brasil, mas no mundo todo. Um deles é o cardiologista Álvaro Avezum, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo, que coordena o Grupo de Estudos em Espiritualidade, e participará como debatedor em duas mesas-redondas sobre o tema no 68º Congresso Brasileiro de Cardiologia, que será realizado em setembro, no Rio de Janeiro.

O objetivo é entender se o modo como as pessoas vivem e encaram as doenças pode interferir na saúde e na recuperação de problemas cardiovasculares.

"As evidências científicas de que pessoas religiosas e espiritualizadas controlam sua pressão arterial, têm menores riscos cardíacos que levam a infartos e derrames e têm melhor qualidade de vida são abundantes", afirma Avezum. "Além disso, sentimentos tidos como positivos são relacionados à melhora de doenças em geral", avalia.

Para o especialista, a espiritualidade é uma postura perante a vida e não uma religião. Desta forma, sentimentos de paz, tolerância, tranquilidade, perdão e resignação caracterizam uma personalidade espiritual, influenciando na saúde do coração. "Tanto que o grupo é integrado por agnósticos, judeus, católicos, muçulmanos, espíritas e até mesmo ateus", conta.

Fase inicial

Os estudos ainda estão em fase inicial. Porém, Avezum comenta: "Há de chegar o dia em que poderei dizer ao paciente que, se ele for espiritualizado e souber lidar bem com as suas emoções, evitará as cardiopatias ou pelo menos elas não serão tão graves. Da mesma forma como hoje posso dizer com segurança a um paciente que, se ele fuma, tem maior possibilidade de sofrer um infarto do que um não fumante".

O grupo, atualmente, desenvolve uma pesquisa com 14 mil médicos associados à Sociedade Brasileira de Cardiologia, na qual os profissionais são questionados se têm religião, se frequentam igrejas ou cultos, com que frequência leem trabalhos sobre o tema e se têm o hábito de rezar ou não.

Esse questionário vem de um estudo norte-americano, já que há bastante tempo os Estados Unidos investem nesse tipo de pesquisa.

Está gostando desse conteúdo?

Cadastre seu email no campo abaixo para ser o primeiro a receber novas atualizações do site.

Fique atualizado! Cadastre para receber livros, CDs e revistas promocionais.

Tanto que 80 faculdades de medicina daquele país incluem formalmente no currículo a cadeira Saúde e Espiritualidade, enquanto por aqui essa matéria só é curricular em três instituições.

No Brasil

Segundo a literatura científica mundial, há uma correlação direta sobre espiritualidade e doenças cardiovasculares, uma conclusão que o grupo de estudos brasileiro se propõe a verificar se é válida também para o Brasil.

Outra médica que pesquisa o assunto é a ginecologista Marlene Nobre, presidente da Associação Médico-Espírita do Brasil, a AME, entidade que acaba de realizar a 9ª edição do Mednesp – Congresso Nacional Médico-Espírita do Brasil, em Maceió, Alagoas.

O tema desenvolvido durante o congresso foi a relação entre a saúde do corpo, da mente e do espírito, com palestras em torno de estudos médicos que usam a fé, a oração e a espiritualidade nos tratamentos e processos de cura.

Para a médica, o que é importante para o espírito são os sentimentos que promovem o encorajamento e a confiança de que a pessoa irá melhorar. "A atitude do ser humano pode promover uma reação favorável ao seu corpo, com sensação de bem-estar e alegria, tornando o cérebro produtor de estímulos positivos".

E, segundo ela, isso já é comprovado por estudos psicossomáticos. "Além disso, procurar ser feliz, desejar o bem dos outros e não guardar rancores já é uma boa forma de se ter uma vida muito mais saudável", afirma.

Visão cristã

Para o Padre Valeriano dos Santos Costa, diretor da Faculdade de Teologia da PUC-SP, espiritualidade é viver em comunhão com o Espírito de Deus. É um refinamento, um desenvolvimento que se busca em qualquer religião. É algo antropológico, considerado pela Filosofia como uma virtude humana.

"Em momentos difíceis, de fragilidade, o ser humano busca sua força de origem divina para apoiá-lo. E, de forma geral, ele pode ter uma melhora sensível, em especial nas diversas doenças que afetam o coração."

Mas o Padre Valeriano ressalta: "Não estamos falando de casos extremos, em que há, por exemplo, total comprometimento do coração, e sim de problemas como hipertensão ou outras situações em que a confiança, a paz e a tranquilidade podem resultar de forma positiva. É quando a pessoa se permite receber uma graça divina por meio da fé, de promessas e orações".

De acordo com Costa, a fé pode levar à calma e à estabilidade emocional, normalizando picos de agitação. Desta forma, o coração repercute a espiritualidade e a religiosidade de cada um.

O padre, que celebra missas na Igreja Nossa Senhora do Brasil (aos domingos, às 12h30, em São Paulo), diz, inclusive, que isso é algo bem comum. "Consigo me recordar de vários casos em que promessas e orações auxiliaram no tratamento de fiéis", finaliza.

Fonte: UOL


Qual sua opinião sobre esta noticia?
Deixe seu Comentário abaixo:
(*)Campos obrigatórios, e-mail e telefone não serão publicados)
Notícias de Líderes
Pastor Elson de Assis
Bispa Sonia Hernandes
Pastor Gilvan Rodrigues
Pastora Helena Tannure
Pastor Reuel Pereira Feitosa
Pastor Adão Santos
Pastora Bianca Toledo
Apóstolo Agenor Duque
Pastor Reuel Bernardino
Apóstolo Estevam Hernandes
Pastor Hidekazu Takayama
Bispa Cléo Ribeiro Rossafa
Pastor Samuel Ferreira
Pastor José Wellington Bezerra da Costa
Pastor Benny Hinn
Pastor Samuel Mariano
Pastor Samuel Camara
Pastor Marco Feliciano
Missionário RR Soares
Pastor Lucinho
Pastor Josué Gonçalves
Pastor Carvalho Junior
Bispo Rodovalho
Pastor Geziel Gomes
Pastor Adeildo Costa
Pastor Aluizio Silva
Apóstolo Renê Terra Nova
Pastor Abílio Santana
Pastor Cesino Bernardino
Pastor Billy Graham
Bispa Ingrid Duque
Apóstolo César Augusto
Pastor Silas Malafaia
Pastora Joyce Meyer
Pastor Claudio Duarte
Pastor Julio Ribeiro
Pastor Paulo Marcelo
Missionário David Miranda
Bispa Lucia Rodovalho
Apóstolo Valdemiro Santiago
Pastor Yossef Akiva
Pastora Sarah Sheeva
Pastor Gilmar Santos
Pastor Márcio Valadão
Pastor Jorge Linhares
Pastor Oseias Gomes

O Seminário Gospel oferece cursos livres de confissão religiosa cristã que são totalmente à distância, você estuda em casa, são livres de heresias e doutrinas antibiblicas, sem vinculo com o MEC, são monitorados por Igrejas, Pastores e Teólogos de Grandes Ministérios totalmente baseado na Santa Palavra de Deus, ao final você recebe DOCUMENTAÇÃO INTERNACIONAL valida no âmbito religioso.

Notícias de Cantores
Voz da Verdade
Cantora Mara Lima
Cantora Damares
Cantora Aline Barros
Cantora Alda Célia
Cantor Regis Danese
Cantora Ana Paula Valadão
Cantor Irmão Lázaro
Cantora Lea Mendonça
Cantora Eyshila
Cantora Elaine de Jesus
Cantora Cassiane
Cantora Ludmila Ferber
Cantora Andrea Fontes
Cantor Kleber Lucas
Cantor Marquinhos Gomes
Cantor André Valadão
Cantor Mattos Nascimento
Cantora Bruna Karla
Cantora Fernanda Brum
Cantora Karen Martins
Cantora Lauriete
Cantor Davi Sacer
Cantora Shirley Carvalhaes
Ministério Renascer Praise
Cantor Fernandinho
Banda Oficina G3
Cantora Rose Nascimento
Cantora Cristina Mel
Ministério Diante do Trono
Cantora Nivea Soares